A Secretaria Executiva da CGP – Vit, apresenta respostas aos questionamentos de interessados cujo teor se transcreve abaixo:

 

 

 QUESTÃO 1) A data de encerramento do cadastro permanece previsto para o dia 26/01/2015. Há possibilidade de prorrogação deste prazo?

RESPOSTA 1) Está mantido o prazo para que a CDV receba os estudos. Ou seja a Companhia receberá os cadastros até o dia 26/01/2015 até as 18h.

 

 

QUESTÃO 2)  no item 6.1.7 do Chamamento Público (reproduzido abaixo), entendemos que o cadastramento poderá ser realizado por meio de envio da documentação por correio-sedex desde que a postagem ocorra até a data de 26.01.2015, até as 18h, conforme informação disponibilizada no site da Companhia de Desenvolvimento de Vitória (http://www.cdvitoria.com.br/licitacao/?p=281)

Cadastramento: Os eventuais interessados em apresentar os estudos deverão promover, pessoalmente ou por meio de postagem, o cadastramento acompanhado dos respectivos documentos, os quais serão recebidos até às 18hs00min, do dia 26 de janeiro de 2015, na sede da CDV, situada na Rua Fortunato Ramos, nº 30, Edifício Cima Center, 4º andar, Bairro Santa Lúcia, município de Vitória (ES), CEP: 29.056-020.

RESPOSTA 2) Os documentos serão recebidos até às 18hs00min, do dia 26 de janeiro de 2015, na sede da CDV, 

situada à Rua Fortunato Ramos, nº 30, Edifício Cima Center, 4º andar, Bairro Santa Lúcia, município de Vitória (ES), CEP: 29.056-020.

Logo a data de 26 de janeiro de 2015 não é a data da postagem e sim a data limite para recebimentos dos documentos pela CDV.

 

 

QUESTÃO 3) Estamos formalizando consórcio para cadastramento no edital de iluminação pública e como somos pioneiras na Europa e no mundo neste fornecimento, gostaríamos de saber :
(a) poderá participar de um consórcio com empresa nacional nossa empresa internacional como fornecedor de tecnologia?
– (b) os certificados internacionais com cidades de porte de pontos muito maiores que os do edital podem ser utilizados mesmo sendo internacionais?>

RESPOSTA 3) (a) O Chamamento Público não veda a participação de um consórcio entre empresa nacional com empresa internacional como fornecedor de tecnologia.
(b) Sim, desde que traduzidos no idioma oficial português, tradutor juramentado e consularizados, ou seja, endossados pela autoridade diplomática brasileira.

 
 
 

SECRETARIA EXECUTIVA DO CGP-VIT